Representantes de entidades elegem nova Diretoria do Conselho da Criança e Adolescente

Cons01Na última quinta-feira (16/03), ocorreu no auditório do Centro Administrativo de Orleans, a primeira reunião de 2017, do Conselho da Criança e do Adolescente.

Fizeram-se presentes representantes da APAE, Pastoral da Criança, Creche Santa Rita de Cássia, Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE, Associação Comunitária Companhia da Arte - ACCA, Consórcio Intermunicipal de Abrigo para Criança e Adolescente - CIACA, Secretaria Municipal de Saúde, Igreja Batista, Câmara de Vereadores, APP - Leopoldo Hannoff, Associação Sul Catarinense de Taekwondo, Secretaria de Assistência Social e Habitação, Secretaria de Educação e a Coordenadora dos Conselhos Municipais.O encontro foi oportuno para discutir ideias, em relação aos trabalhos sociais que serão desenvolvidos em prol das crianças e adolescentes pelo Conselho. Além deste, houve a votação, a qual os presentes elegeram cinco entidades não-governamentais sendo elas: a Fundação Educacional Barriga Verde - FEBAVE, Associação Sul Catarinense de Taekwondo, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE, Associação Comunitária Companhia da Arte - ACCA e o Instituto Francesco Zomer para assumir a frente do Conselho da Criança e do Adolescente de Orleans.
Após votação das entidades não governamentais que irão compor o CMDCA, realizou-se uma outra votação para composição da nova Diretoria do Conselho, onde as entidades governamentais e não governamentais, por unanimidade definiram a Diretoria, elegendo como Presidente: Annye Mayara Bittencourt Bagio (representante da Secretaria de Assistência Social e Habitação),
Vice-Presidente: Luiz Paulo de Melo Campos (representante da Associação Sul Catarinense de Taekwondo) e Secretário: Luiz Carlos Serafin (representante da Associação Comunitária Companhia da Arte).
Cabe destacar, que o Conselho é formado, paritariamente, por integrantes do poder público e da sociedade civil. A função dos membros do Conselhos Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente é de interesse público relevante e não é remunerada, de acordo o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.
Annye Mayara Bittencourt Bagio, explica que o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente é um órgão criado por lei para formular e deliberar políticas públicas relativas as crianças e adolescentes, em conjunto com as áreas de Saúde, Assistência Social, Educação, entre outras.
Outro objetivo do Conselho segundo a Coordenadora dos Conselhos Municipais de Orleans, é controlar as ações em todos os níveis e organizar as redes de atenção à população infanto-juvenil, promovendo a articulação das ações, das entidades e dos programas da sociedade civil e dos governos.
Vale ressaltar que o CMDCA é composto de 10 (dez) membros, divididos entre 5 representantes da sociedade civil e 5 representantes do poder público. Os candidatos são indicados por movimentos sociais de defesa e promoção da criança e do adolescente e, por entidades não governamentais que prestam serviço de atendimento e defesa da criança e do adolescente. E os conselheiros governamentais são indicados pela Prefeitura Municipal da Cidade.

 

cons02